Uvas

A uva é uma das frutas mais antigas e abundantes do mundo, sendo cultivada em seis dos sete continentes. A maior parte dos 60 milhões de toneladas métricas cultivadas no mundo todo anualmente são transformadas em geleias e pastas usadas na culinária e comidas frescas como lanche.

As uvas se dividem em duas categorias gerais: européia, que engloba a maioria das variedades usadas para consumo direto e fabricação de vinho; e americana, cuja casca é removida facilmente e é usada principalmente na produção de geleias, gelatinas e sucos. O tipo europeu é o mais nutritivo das duas variedades, mas nenhum dos dois se destacam em termos nutricionais quando comparados a outras frutas. Um xícara do tipo europeu fornece cerca de 20% da Ingestão Diária Recomendada (IDR) de vitamina C, cerca de quatro vezes a quantidade encontrada no tipo americano. A maioria contém boas quantidades de potássio e de ferro.

Com seu baixo teor calórico, as uvas são muito apreciadas por seu sabor doce e suculento. De acordo com as pesquisas, outro motivo para comer uvas consiste no papel dos bioflavonóides e de outros elementos fitoquímicos na prevenção de doenças.

Você Sabia?

As uvas-passas são uma fonte muito concentrada de nutrientes e de calorias. Uma xícara de uvas-passas contém 440 calorias e fornece 3 g de ferro, 1.090 mg de potássio e 6 g de fibras. São necessários cerca de 2 kg de uvas frescas para produzir 500 g de uvas-passas.

As antocinainas encontradas nas uvas vermelhas e nas jabuticabas trazem diversos benefícios à saúde inclusive a diminuição dos riscos de doenças do coração e de câncer. As uvas contém quercetina, um pigmento vegetal que regula os níveis de colesterol no sangue e reduz a ação das plaquetas, as células importantes na formação de coágulos. Alguns pesquisadores atribuem à quercetina a diminuição do risco de infarto nas pessoas que bebem vinho com moderação. A casca das uvas contém resveratrol, um fitoquímico relacionado à redução de doenças do coração e um menor risco de câncer ou derrame.

Uvas benéficas. Você não precisa beber vinho para se proteger contra doenças do coração. As uvas vermelhas têm o mesmo efeito.

As uvas também contém ácido elágico, considerado capaz de proteger os pulmões de toxinas ambientais. Para obter todos os benefícios das uvas, é melhor escolher as variedades vermelhas e roxas, que parecem conter a maior concentração de componentes saudáveis. As uvas cultivadas comercialmente são, em geral, tratadas com pesticidas e dióxido sulfúrico para preservar a cor e adiar a deterioração. Portanto, devem ser bem lavadas antes de serem consumidas. Pessoas asmáticas devem evitar o consumo de uvas ou procurar as que não tenham sido tratadas com enxofre. As uvas contém salicilatos naturais, um componente semelhante ao principal ingrediente da aspirina. Os salicilatos têm um efeito anticoagulante e podem ser responsáveis pelos benefícios do vinho em relação às doenças do coração. Pessoas alérgicas a aspirina podem ter reações às uvas e produtos à base de uvas.

 

Vantagens

  • Rica em pectina e bioflavonóides.
  • Contém fitoquímicos que podem diminuir o risco de doenças do coração, câncer e derrames.
  • Lanche ou sobremesa doces e pouco calóricos.

 

 

Desvantagens

  • Geralmente tratada com dióxido sulfúrico para retardar a deterioração, pode causar problemas em pessoas suscetíveis a súllfur.
  • Salicilatos naturais podem provocar reação alérgica.
Compartilhe...Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedIn

Newsletter

Fique por dentro das nossas Novidades, assine nossa Nesletter!

O RP agradece, em breve você receberá nossas novidades.